Make your own free website on Tripod.com

No mundo dos antigos temos muitas curiosidades e fatos interessantes.
 Nesta seção teremos algumas curiosidades relacionadas aos autos antigos.

     Nenhum carro personifica melhor a América em seu auge que o Cadillac 1959 - Um foguete estilizado, feito sob medida  para orbitar as galáxias de novas estradas no país mais rico e poderoso do mundo. As barbatanas de 107 cm do Cadillac 1959 representa o zênite do design americano de carros. Com duas toneladas de peso, 6,1 m de comprimento e 1,83 m de largura, ele exalava
dinheiro, auto-confiança e poder...

Perfil Baixo - As escandalosas barbatanas do '59 são ressaltadas pelo seu perfil muito baixo, 8 cm mais perto do solo que já a pouca altura do modelo '58. Os glamurosos pneus faixa branca eram opcionais, saiam por 57 Dólares. Sua aparência impressionava, mas muitos rejeitaram o estilo excessivo e nada discreto.

        O Cadillac 1959 sempre será lembrado como um monumento aos anos finais do otimismo americano. E, por um breve e histérico momento o '59 foi o principal automóvel deste país, o produto definitivo do consumismo descontrolado. Não um carro, mas um exemplo de sua era que diz mais sobre a América nos anos 50 de que uma estante de tomos de História. O '59 foi o próprio sonho americano.

 
 

-   As extravagantes montanhas de cromo podem lembrar turbinas; mais na verdade, apenas escondem as luzes-de-ré.
-   As lanternas rubi, em forma de ovo, são inspiradas nos jatos.
O porta malas é cavernoso, pode acomodar cinco rodas e pneus.
Suas barabatanas de 107 cm são as maiores entre todos os automóveis do mundo.
 

      Direção assistida - A direção hidráulica muito leve requeria apenas três voltas e meia, parede a parede. O '59 podia ser conduzido por aí com grande floreio, mas presisava de 7,3 m para dar um giro completo.
  -  O para-brisa inclinado e envolvente parecia ter saido diretamente de um avião caça.
  -  Além de direção e freios hidráulicos, transmição automática e travas centrais, havia vidros, bancos e   tampa do porta malas com acionamento elétrico e comutação de faróis automáticas como opcionais.
  -  Por 55 Dólares, podia-se ter o Olho Autrônico. Abaixava os faróis quando detectava as luzes de um carro vindo no sentido oposto.
  -  Seu interior é enorme (para seis pessoas mesmo) com hectares de aréa para as pernas, joelhos e  cabeças. Bancos esportivos eram opcionais no Biarritz, e só 99 dos 1.320 fabricados os tinham.


        Para impulsionar esse gigante, o motor utilizado era um V8 de 390 polegadas cúbicas (cerca de 6,4 litros) com 325 a 345 cv brutos -- potência bem razoável, capaz de levá-lo a 180 km/h e acelerar de 0 a 60 milhas por hora, ou 96 km/h, em 10,3 segundos.
      Os '59 tinha a reputação de plantações de ferrugem,  a dianteira era famosa pela trepidação e o acabamento não estava á altura do que se esperava de uma grande montadora americana. Aliás achava-se o '59 espalhafatoso. A Cadillac tinha a mesma opinião e amputou 15,5 cm das barbatanas no ano seguinte. São elas porém que dão ao carro seu status e que garantem seu espaço entre os itens cobiçados por colecionadores. Afinal ele é um glorioso exemplo do Kitsch americano dos anos 50.

Ficha Técnica:

Créditos: " Ultimate Classic Car Book ", de Quentin Wilson, copyright (c) 1995 by Dorling Kindersley Limited London.
 

Teremos mais curiosidades em próximas atualizações


Cadillac 1959 | Mercury 1956
 
 

        


Classic Chevys | Clubes | Classificados | Eventos | Vencidos Pelo Tempo | Carros Antigos
Restauração | Curiosidades | links | Importante | Por Que Ter Um Carro Antigo?
Placa Preta | Hollywood Dream Cars | Pin-Ups | Anúncios Antigos | Antigomobilista Aeternus
Reportagens | The Fifties Juke Box | Hot Rod - Street Rod | GM Motorama
NFS Motor City | Identifique Seu Chevrolet | Importações
Rock 'n' Roll no Brasil | Livro de Visitas